Santa Casa BHSão LucasCEMSanta Casa SaúdeFunerária Santa Casa BHIGAPIEPLaboratório

Trabalho voluntário nas unidades do Grupo Santa Casa BH


     
Desde sua fundação, em 1899, a Santa Casa BH tem como objetivo cuidar da saúde dos menos favorecidos. Nos seus 113 anos, a Instituição sempre incentivou iniciativas voluntárias que auxiliassem na assistência médica e na recuperação dos pacientes. No mês em que se comemora o Dia Nacional do Voluntariado (28), o Grupo Santa Casa BH reconhece mais uma vez a importância do trabalho da Avosc, das Doulas da Maternidade Hilda Brandão (à esq.) e do voluntário José Ferreira no Centro de Especialidades Médicas.
 
AVOSC
 
A Associação das Voluntárias da Santa Casa (Avosc) foi criada por um grupo de mulheres em 1971 no intuito de ajudar pessoas a se reestabelecerem de suas enfermidades. Constituída, em sua maioria, por senhoras aposentadas, a associação desenvolve diversas atividades de apoio aos pacientes.
 
Atualmente, suas 160 voluntárias distribuem enxovais para bebês recém-nascidos e repassam doações de roupas, medicamentos e brinquedos aos pacientes internados na Santa Casa BH. A Avosc também é responsável pela organização do tradicional “Curso Gratuito para Gestantes” realizado na última quinta-feira de cada mês.
 
Para a presidente da Associação, Mariza Salvo, a importância do trabalho está na satisfação de ajudar e oferecer um atendimento humanizado. “Normalmente, são 2 ou 3 voluntárias para cada ala do hospital. Na pediatria, o grupo é maior. Somos donas de casa, aposentadas e pessoas que se dispõem a fazer esse trabalho. Nossa missão é auxiliar pessoas que estão em momentos difíceis, pois não existe ninguém que não fique fragilizado na doença, inclusive a família”, afirmou.
 
A voluntária Mônica Salles e a presidente da Avosco, Mariza Salvo,
com crianças da pediatria
 
DOULAS
 
As parturientes da Maternidade Hilda Brandão da Santa Casa BH recebem ajuda extra no momento do parto. Há 6 anos, o Programa Doulas  contribui para o bem-estar físico e emocional das gestantes antes, durante e após o parto, além de orientar o casal sobre o que esperar do parto e depois dele. Atualmente, a Maternidade Hilda Brandão conta com o trabalho voluntário de 13 doulas. 
 
“A princípio, considero que quem faz um trabalho voluntário tem a intenção de doar seu tempo, se dedicar a outra pessoa. Torna-se uma atitude gratificante e prazerosa, pois você se sente útil ao contribuir para a melhoria da sociedade de alguma forma. É um tempo que passa voando, pois ficamos totalmente absorvidas quando estamos aqui. E o retorno das gestantes é excelente, elas aprovam nosso trabalho. A gente percebe que elas realmente confiam no que estamos fazendo, se sentem acolhidas e confortadas”, comentou Lena Bezerra, doula desde abril na Santa Casa BH.
 
GRATIDÃO
 
Outro bom exemplo é o de José Ferreira da Silva, um pintor e eletricista de 62 anos que realiza trabalho voluntário no Centro de Especialidades Médicas da Santa Casa BH há 15 anos. Todas as quartas-feiras, no Ambulatório de Cardiologia, auxilia o dr. Álvaro Alves Silva em atividades administrativas, faz doações de medicamentos e orienta pacientes nas áreas internas do CEM.
 
José Ferreira resolveu dedicar-se a este trabalho em gratidão ao médico e à Santa Casa BH que, segundo ele, cuidaram com esmero de seu pai e sua mãe quando tratados e internados na Instituição. “Gosto de ajudar as pessoas carentes e o pessoal que vem do interior. Participo também com doação de medicamentos para pessoas que não têm dinheiro para comprá-los. O dr. Álvaro foi médico da minha mãe e do meu pai aqui na Santa Casa BH. Eu queria retribuir porque ele os ajudou muito e a melhor forma que encontrei foi me tornar um voluntário. Tenho trabalho remunerado em outro lugar, mas aqui, no CEM, recebo a graça de Deus”, afirmou José Ferreira.
 

José Ferreira, voluntário há 15 anos no CEM/Santa Casa BH

 

COMO PARTICIPAR
 
AVOSC
A pessoa deve ser indicada por outra voluntária ou por um médico da Santa Casa BH. Para doações de roupas, brinquedos e outros itens, ligue (31) 3241.3307.
 
DOULAS
A candidata deve ter mais de 21 anos e disponibilidade para 12 horas de dedicação semanal (plantão diurno e noturno). O curso “Doula Comunitária”, oferecido pela Secretária Municipal de Saúde no Hospital Sofia Feldman, prepara pessoas interessadas no trabalho voluntário realizado em maternidades que oferecem este tipo de trabalho, como a Santa Casa BH. Informações e inscrições pelo telefone (31) 3277.7722.

 

Publicado em: 23/05/2013