Programa Energia Inteligente: redução de consumo e custos

04/09/2018

     
Foto: Euler Júnior

Em 23 de agosto, a Santa Casa BH (SCBH) recebeu a visita de representantes da Cemig, que vieram acompanhar a evolução dos trabalhos do “Programa Energia Inteligente”, no qual estão previstas as trocas de cerca de nove mil lâmpadas na SCBH e Hospital São Lucas (HSL). Os pontos estão recebendo lâmpadas de LED que, além de mais econômicas e duráveis, iluminam melhor.

Representando a Companhia Energética, participaram do encontro o superintendente de Relacionamento com Clientes, Anderson Ferreira, o gerente de Relacionamento com Clientes Especiais do Poder Público, Ernando Antunes Braga, e o gerente de Eficiência Energética, Ronaldo Lucas Queiroz. Eles foram recebidos pelo diretor executivo da Presidência do GSCBH, Carlos Renato Couto, e pelo superintendente de Suporte Operacional, Luís Fernando Guimarães, e visitaram alas que receberam as novas lâmpadas.

Além da modernização, o “Programa Energia Inteligente” prevê a renegociação dos débitos do hospital com a companhia, a instalação de sistemas fotovoltaicos (energia solar) em alguns setores, campanhas para conscientizar sobre a redução do consumo e ampliação da divulgação da fatura da Cemig como canal de doação para a SCBH. “Esperamos colaborar com a instituição, pois sabemos da importância deste hospital para todos os mineiros”, explica Ronaldo Queiroz. “Uma parceria importante que demonstra o compromisso da atual gestão em honrar todos os seus compromissos, garantindo sustentabilidade financeira e ambiental”, comemora Carlos Renato.

Ernando Braga enfatiza o papel educativo do programa. “Nossa intenção envolve mudança de hábitos. Sabemos que diariamente circulam por este hospital cerca de 15 mil pessoas. Essas ações terão um papel transformador na vida de muitas pessoas, que levarão para suas casas a ideia de uso racional e seguro da energia elétrica”, pontua.

A melhoria na iluminação dos ambientes que receberam as novas lâmpadas é visível. “Esse é um projeto que traz benefícios para todos. Entendemos que isso vai promover uma redução na conta de energia, além de garantir um bem-estar para quem convive no hospital, no que diz respeito à qualidade da iluminação”, destaca Anderson Ferreira.

Na SCBH já estão com iluminação nova todas as alas do 12º e 13º andar. Em outros andares, o trabalho está sendo realizado em etapas, priorizando alas ou leitos ainda não inaugurados (como o 4º C) ou que possuem menor ocupação – como o 11º D (Centro Obstétrico), evitando transtornos para os pacientes. De acordo com Luís Fernando Guimarães, a expectativa é de que a troca de lâmpadas no hospital seja concluída em 60 dias. Em seguida, os trabalhos serão iniciados no HSL. “A expectativa é que cada ponto onde a lâmpada será trocada possa gerar uma economia de aproximadamente 40%, porém somente após a troca de todas as lâmpadas saberemos o que isso significará em valor”, destaca.