Santa Casa BHSão LucasIEPFunerária Santa Casa BHCEMIGAP


Filantrópicos de MG lutam pela vida

26/05/2017

     
Na última sexta-feira (26), a Santa Casa BH e mais de 20 instituições de saúde da Capital e do interior do Estado participam de ação coletiva para mobilizar a sociedade e alertar os órgãos públicos da grave crise financeira que vivem os hospitais filantrópicos. A atividade é iniciativa da Federassantas (Federação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos de Minas Gerais) para que os hospitais continuem prestando um atendimento de qualidade a milhares de mineiros. 
 
Em Minas Gerais, pelo menos 128 dos filantrópicos sofrem com atrasos nos repasses de recursos financeiros, com a defasagem dos valores dos procedimentos pagos pelo SUS e com uma dívida do governo de mineiro, que já ultrapassa R$ 250 milhões. Esses hospitais realizam 70% das internações de pacientes do SUS e, em 2016, garantiram cerca de 800 mil internações, mais de 320 mil cirurgias, quase 1,5 milhão de tratamentos contra o câncer, além de 57% dos partos pelo SUS. 

Sobre a Santa Casa BH
 
O maior hospital de Minas Gerais está passando por um dos momentos mais difíceis da sua história e para chamar a atenção da população colocará um pano preto na torre principal do prédio que cobrirá os 13 andares em sinal de luto. Além disso, serão distribuídos no hospital materiais de divulgação com orientações sobre a crise na saúde e a repercussão disso para o povo mineiro. 
 
Nos últimos dois meses, a Santa Casa BH fechou cerca de 40% dos seus leitos (430 de um total de 1.086) para atendimento de cirurgias eletivas e de alta complexidade. O déficit mensal entre os recursos recebidos e os gastos da instituição é de R$ 4 milhões. Por conta disso, estão sendo feitas somente internações nas quais o pleno atendimento do paciente esteja assegurado, com insumos, medicamentos e infraestrutura necessária.
 


Santa Casa BH cobre parte da fachada de preto em apoio ao movimento


Santa Casa BH cobre parte da fachada de preto em apoio ao movimento