Conhece os idosos do IGAP?

10/04/2019

     
“Eu nasci há 10 mil anos atrás e não tem nada nesse mundo que eu não saiba demais”. Essa música eternizada por Raul Seixas foi cantada por Maria da Conceição de Carvalho ao lembrar que nasceu em 1940. A moradora do IGAP é conhecida pela alegria, paixão pela música e por receber os visitantes com um simpático “How are you?”, recordando a época em que lecionava inglês. Outras duas canções marcantes são “Xibom Bombom”, do grupo “As meninas”, e “Imagine”, de John Lennon, que ela pede para todos cantarem nas ocasiões especiais. Conceição veio de Oliveira – sua cidade natal – para Belo Horizonte aos 17 anos.
 
Ainda no seu primeiro emprego como fiscal nas Lojas Americanas, aproveitava as noites para estudar Contabilidade no Instituto Mineiro de Contabilidade. Depois, iniciou o curso de Farmácia na UFMG, mas não chegou a se graduar. O amor pelos números a motivou a dar aulas de química, física e matemática, além do inglês. Depois, ela passou no concurso do extinto Bemge (Banco do Estado de Minas Gerais) e, posteriormente, trabalhou no Conselho Regional de Contabilidade.
 
No entanto, um atropelamento, mudou o rumo da sua vida em 1974. Depois de 7 dias em coma acordou, mas nunca mais voltou a andar. Ao lembrar dos tempos difíceis ela se emociona: “agradeço às minhas irmãs, Antônia e Lourdes, pelo carinho e cuidado que tiveram comigo. Quando Lourdes faleceu, fui acolhida no IGAP. Aqui é o meu lar. Fico feliz quando minha família vem me ver”.