Conhece os idosos do IGAP?

15/01/2019

     
José Ferreira de Brito, de 66 anos, é morador do IGAP há 26 anos e sua história e determinação inspira todos a sua volta. Com 2 filhos e 3 netos, ele passou a infância na lavoura e sempre quis ser cantor sertanejo. Em 1981, deixou a família na pequena Coroaci (no Vale do Rio Doce) para vir para Belo Horizonte com a esperança de tornar seu sonho realidade. Durante o dia, trabalhava numa construtora e à noite ensaiava com o seu parceiro. A dupla Anísio e Anésio estava começando a fazer sucesso quando José sofreu um grave acidente em 1982. Por ter ficado paraplégico, não conseguiu seguir com a carreira musical, mas não desistiu de compor. Com 7 composições prontas, ele está preparando a gravação de um CD para deixar seu legado para todos que o conhecem. Emocionado, José relembra: “passei por tempos muito difíceis. Minha esposa Lourdes cuidou de mim por 4 anos e, após a separação, minha cunhada e ex-concunhado, Luzia e Vicente, tomaram conta de mim por 8 anos. Devo muito a eles e, principalmente, ao antigo provedor Dr. Celso Mello de Azevedo, Dom Serafim e Dona Terezinha Lamy, que conseguiram a vaga para mim no IGAP. Agradeço também a todos os funcionários. Aqui é minha casa, meu lar. Tenho o necessário para viver bem e sou muito grato a todos que cuidam de mim”, disse.