Alerta

27/04/2015

     
Conforme vem sendo noticiado pela imprensa nos últimos meses, quadrilhas especializadas estão aproveitando o momento de fragilidade de familiares de pessoas internadas nas unidades de saúde de todo o País, inclusive em diversos hospitais de Belo Horizonte, para aplicar golpes por telefone.
 
A ação criminosa consiste em fazer contato pelo celular com familiares do paciente - citando seu nome e seu problema de saúde - para em seguida tentar extorquir dinheiro alegando, por exemplo, a necessidade de um novo exame não coberto pelo plano de saúde ou a compra de um medicamento com desconto. O estelionatário pede então que o familiar faça um depósito em uma conta bancária indicada por ele.
 
O Hospital São Lucas esclarece que não faz nenhum contato telefônico direto com familiares de pacientes para tratar de compra de medicamentos, honorários médicos ou encaminhamentos de exames. A instituição alerta que - no caso de algum contato suspeito - os familiares e acompanhantes não façam nenhuma movimentação financeira e acionem imediatamente a administração do hospital pelo telefone 3238.8405.